ESTRATÉGIAS DE VENDAS ONLINE

janeiro 28, 2016

SAIBA COMO UTILIZAR AS MELHORES ESTRATÉGIAS DE VENDAS ONLINE PARA SUA EMPRESAestrategias atos

 

Na internet as Vendas Online funcionam assim.

01 – Existe um público com algum problema, desafio ou oportunidade à sua frente
02 – Você quer ser encontrado por esse público e chamar sua atenção
03 – Você então se dedica a conhecer mais esse público e os seus problemas, desafios e oportunidades
04 – Você cria algo para atrair esse público (Tráfego)
05 – Ele tem contato com o que você entregou (Engajamento)
06 – Ele tem acesso a sua oferta e decide comprar ou não (Conversão)

 

Isso é a forma como o Marketing Digital vem Gerando Resultados e que muitas agencias não desenvolvem para seus Clientes! Oferece um pacote de serviços digitais com um monte de termos técnicos e de anúncios pagos.

A maioria das empresas estão preocupadas em saber das possibilidades que elas tem em VENDER seus produtos/serviços pela internet e nas VANTAGENS e RESULTADOS  que ela terá após ter recebido uma Consultoria. Saiba como funciona a nossa Consultoria Especializada em Vendas Online!

Poderia aqui falar sobre termos mais técnicos como: Link Building, Edge Rank, Growth Hacker, Lead Scoring e por aí vai…. Mas não é o meu objetivo junto as empresas, há não ser que estejam interessadas niss0.

Essa página não está breve em função do tema, mas  fique aqui comigo até o fim que prometo não fazer você desperdiçar seu tempo!

Aqui vou tratar somente dos que são os Mais Importantes na minha opinião, quando aplicado com Estratégia gera um retorno Recorrente para sua Empresa. SEO e TRÁFEGO ORGÂNICO

Dominando essas duas, já é possível gerar Resultados, então vamos saber o que é!

SEO (Search Engine Optimization) que para simplificar seria Otimização dos dados digitais da empresa para os mecanismos de Busca, como Google, Bing e Yahoo.

TRÁFEGO ORGÂNICO que os resultados naturais de um mecanismo de busca como Google,
Bing ou Yahoo. São gerados quando o usuário faz alguma pesquisa por uma palavra chave especifica na internet e o buscador lista os sites encontrados, esta listagem não gera custos para os sites que aparecem nela.

O Tráfego orgânico sempre foi e sempre será a maior fonte de tráfego da internet. Mesmo com todo esse potencial, muitos profissionais e empresas simplesmente ignoram esse poderoso canal.

estrategias de vendas online

 

Uma analogia bem simples sobre as fases de um projeto de SEO. (Construção de Prédio).

Construção do Prédio                       Construção do Projeto SEO

1- Planejamento Arquitetônico         x                Análise de Presença Online

2- Construção do Alicerce                  x                Construção da Presença Online (Blog, Mídias Sociais)

3- Levantamento da Alvenaria          x                Linha Editorial (Conteúdo)

4- Elementos Estruturais                   x                Campanhas de Vendas

5- Acabamento  –                                  x                Mensuração de Resultados

 

São nesses pontos que eu como consultor de Vendas Online, vou desenvolver para sua empresa. As estratégias irão depender sempre o que a empresa precisa com mais urgência!

Vou discorrer sobre cada fase desses processos para você entender melhor o que é cada uma delas.

1- APO (Analise de Presença Online)

estratégias

A análise da presença online de uma empresa, irá auxiliar no planejamento estratégico de todas ações voltadas para o ambiente online.

Identificar onde e como sua empresa e os seus concorrentes  estão posicionados nas Redes Sociais, é o primeiro passo da análise de presença online. Dentro dessa análise,  observar como a empresa está posicionada nas Redes Sociais, irá direcionar todo o andamento da comunicação.

Basicamente, nessa primeira análise, será feito o levantamento de todos os canais nos quais a empresa está presente, Twitter,Facebook, Flick, etc.  Algumas considerações devem ser feita nesse momento, como por exemplo: Como a empresa está posicionada nesse ambiente?  E os seus concorrentes? O que  a diferencia? Estabelecer uma reflexão acerca dessas questãos irá auxiliar na elaboração de um diagónostico, para a partir desse resultado se pensar em uma comunicação voltada para o público-alvo daquela empresa.

O que seu público-alvo está buscando?

A comunicação deverá ser totalmente voltada para o público-alvo identificado como mais relevante dentro do ambiente online. É preciso identificar quais os interesses desses usuários, bem como qual conteúdo pode ser relevante para ele. A internet funciona como uma preciosa fonte de coleta de dados, na qual se torna possível observar  como os usuários se comportam naquele ambiente. Desse modo, quanto mais eu conheço o meu público, mais eu terei conhecimento acerca dos seus interesses, anceios e necessidades.

Como posso dialogar com o meu consumidor?

Após entender qual o real interesse do meu público-alvo nesse ambiente, se torna possível buscar formas de conseguir desenvolver uma comunicação eficiente com os consumidores. Dessa maneira, o dialogo entre os usuários e empresas se faz totalmente necessário. Converse com o seu cliente, crie laços sociais, desenvolva um relacionamento, para que o seu consumidor perceba de fato que sua empresa tem uma presença online e através dessa seja factível o dialogo e interação dentro do ambiente online.

2- CPO (Construção da Presença Online)

construção presença online e estratégias

As pessoas gostam de comprar com quem elas  confiam. Isso é fato em todas as áreas. Por exemplo: Uma mãe precisa matricular seu filho, um bebê em uma creche, ela pesquisa inúmeras creches, gosta de algumas, mas em uma delas encontrou três amigas que têm seus filhos estudando nessa escola, em conversa com uma delas, ouviu vários elogios e recomendações e imediatamente a mãe toma a decisão e realiza sua escolha, pois sentiu essa confiança através das amigas que também confiam na Escola.

E é essa relação que você deve estabelecer com o seu cliente, uma relação de amizade, confiança e como você consegue isso? Ajudando, mostrando caminhos, conversando, identificando e solucionando problemas, não simplesmente oferecendo seus produtos ou serviços, tratando o cliente como um objeto.

Essa Construção da Presença se dá dessa forma:

1-Escolha o nicho onde vai atuar

Já ouvi algumas em eventos que participo que o nicho é uma mina e é a mais pura verdade. Quando você define o nicho, sua mensagem e ações são direcionadas para um público específico e fica mais fácil conquistá-lo.

2. Tenha objetivos claros

A lógica aqui é simples! Plante uma semente cada dia focando seu alvo e a medida que os resultados forem surgindo aumente os investimentos.

À medida que sua autoridade for sendo construída os clientes vão começar a encontrar você.

3. Cuide de sua imagem na internet

Cuidado com a forma como tem se posicionado online. Suas ações farão com que as pessoas se conectem ou não com você ou sua empresa.

Vamos fazer  um exercício?

Examine seus perfis nas mídias sociais.

Analise seus últimos 25 posts.

Você se envolveu em algum tipo de polêmica (política, religião, futebol)?

Em seus posts você conseguiu mostrar o tipo do profissional você é?

As pessoas conseguiram visualizar o serviço ou produto que sua empresa comercializa?

Seus clientes comprariam algo de você após analisar seus perfis nas mídias sociais?

A forma como você tem usado as redes sociais está fortalecendo sua imagem como profissional e especialista em sua área?

4. Planeje suas ações

Monte sua planilha, tabela, use sua agenda. O que for te ajudar a ter consistência e organização dos conteúdos que servirão para construir sua Presença Online.

Vai beneficiar a focar e eliminará a procrastinação.

5. Escolha suas ferramentas de trabalho

Encontre a que irá se adequar às suas necessidades e que te ajudará a otimizar tempo de execução. Há muitas ferramentas para editar imagens, gravar vídeos, produzir palestras, planejar suas atividades, enviar emails, entre outros… Basta encontrar e usar a seu favor.

6. Produza conteúdo relevante e de valor

Você quer ser visto como autoridade em seu segmento? Produza conteúdo que gere valor para seu cliente. Responda perguntas, dúvidas e anseios de seu cliente ideal em forma de conteúdo. Podem ser posts em blogs, nas mídias sociais, vídeos, palestras/treinamentos online, entre outros.

 

3- Linha Editorial (Produção de Conteúdo)

estratégia de conteúdo

O que vou te mostrar aqui nada mais é do que uma ordem lógica que vai facilitar a criação da sua linha editorial, ou seja, é algo que vai te ajudar a definir quais assuntos devem ser abordados em 3 partes.

1- Conhecer profundamente a empresa e seus produtos/serviços

Há dois pontos que devem ser levados em consideração:

– Os produtos e serviços disponibilizados pelo seu negócio, ou seja, o que será entregue aos clientes
– Qual é o perfil de cliente que o negócio já possui ou deseja

Essa é a definição do item 1, e pode ter certeza de que isso é algo muito importante. Olha esse exemplo…

Um corretor de imoveis, todos nós sabemos com que ele trabalha , certo?

A grande questão aqui é: que tipo de imóveis ele vendia? Eram apartamentos de luxo? Casas? Casas em um Condomínio? Apartamentos populares?

Todos os assuntos dos conteúdos eram escolhidos de acordo com o catálogo de imóveis à disposição daquele corretor, levando principalmente em consideração aqueles que o corretor sabia que gerariam mais vendas.

2- Pesquisar o seu Público-Alvo

O objetivo aqui é descobrir pequenos detalhes que serão grandes diferenciais dentro dos seus conteúdos ou até mesmo de seus produtos e serviços.

Leia comentários em fóruns, análises de produtos, veja entrevistas em que o seu público fala sobre quais são as maiores dificuldades e dúvidas…

Tudo isso vai te ajudar a direcionar a produção dos seus conteúdos e até mesmo te dar dicas de melhorias que podem ser aplicadas em seus produtos ou serviços.

3- Conhecer os Competidores

Há dois tipos de competidores, os diretos e os indiretos, e você deve ficar de olho nos dois. A ideia aqui não é copiar ninguém. Tudo que você precisa fazer é prestar atenção aos erros e aos acertos dos seus competidores.

Você deve analisar toda a presença online dos seus competidores. Em quais plataformas eles atuam, como fazem contato com os fãs nas redes sociais, entre outras coisas.

A partir disso será muito mais fácil definir por onde você deve começar, já que agora é possível ter uma ideia do que realmente funciona para o seu segmento dentro da internet.

4- Campanhas de Vendas

estratégia em campanhas de vendas

Vou te mostrar alguns tipos de Campanhas.

1.Campanha de Aquisição

Nesta campanha após o cliente ter respondido o questionário  concluiu que é necessário uma nova lista de emails, esta pode ser realizada com clientes que vendem produtos físicos, digitais e até mesmo serviços.

Através desse modelo vamos prover uma adaptação para sua empresa, o perfil de cliente ideal para essa Campanha de Aquisição é aquela que já possui presença online, mas não está obtendo resultados, pois não está sendo realizada do jeito certo.

Vamos supervisionar suas campanhas, afim de mudar esse cenário de instabilidade.

                                      Modelo de campanhas de aquisição

campanhas de vendas

2-Campanha de Monetização

Essa Campanha é direcionada para Empresas que já possuem uma presença online, possuem uma boa lista, mas não conseguem converter pois estão fazendo do modo errado, não estão obtendo resultados.

 3-Campanha de Ativação

Nessa Modelo de Campanha utiliza o Tripwire, (produto de baixo valor) o Produto Carro Chefe e Produto Premium, tendo como objetivo Vender para quem não comprou nada, gerar caixa, ativar compradores antigos e reiniciar o funil completo.

Existem outros tipos de Campanhas que vamos abordar num artigo especifico.

 

5- Mensuração de Resultados

estratégia marketing atos

Cálculo de ROI (retorno sobre investimento)

O cálculo de ROI é utilizado para mensurar o quanto de rendimento determinada campanha resultou para a empresa. Ele pode ser calculado da seguinte forma:

ROI = quanto foi o ganho obtido –  a quantia gasta com o investimento

Para garantir o sucesso desse cálculo, é preciso somar todas as vendas e caixa conquistados com a estratégia e subtrair o valor gasto com as ações de marketing digital.

Taxa de conversão

Existem diversos tipos de taxas de conversão: cliques, acessos, vendas, etc. É fundamental que essa métrica seja medida para que a empresa tenha em mente a quantidade de vendas, por exemplo, que obteve com uma determinada estratégia de marketing digital. Com essa taxa, é possível encontrar as falhas e acertos em todo o processo de compra e, a partir daí, desenvolver ações capazes de resolver esses problemas e aumentar os valores dessa taxa.

Taxa de rejeição

A taxa de rejeição (bounce rate) permite medir a porcentagem de usuários que abandonaram seu site ou blog assim que acessaram, ou seja, logo na primeira página. A importância de ter essa métrica em mãos é que, quando esse número está alto, pode significar uma usabilidade mal elaborada em seu site ou e-commerce, problemas na disposição do conteúdo, layout pouco intuitivo, dentre outras coisas.

CAC (custo de aquisição de clientes)

Nessa métrica é possível calcular o valor de cada novo cliente gerado pela sua estratégia. O valor, nesse caso, é calculado dividindo o investimento pelo número de vendas feitas.

Bom é isso….

Lembrando sempre que cada segmento se comporta de uma maneira diferente do outro, portanto, estratégias de vendas, não é algo estático, engessado!

Em nossa Consultoria elaboramos as melhores Estratégias de Vendas Online para sua Empresa, confira!